segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Ex-ministro croata acusado por crimes no final da II Guerra Mundial

Josip Boljkovac
Um antigo ministro do Interior da Croácia que exerceu o cargo no primeiro governo pós-independência, em 1991, foi hoje indiciado pela morte de civis no final da Segunda Guerra Mundial, na primeira acusação do género no país.

  Josip Boljkovac, 93 anos, é suspeito de ter ordenado a detenção e morte de 21 civis quando exercia funções de responsabilidade na OZNA, os serviços secretos dos resistentes comunistas, referem os procuradores.

Os civis, naturais da região Duga Resa (sudoeste de Zagreb), foram acusados de colaboração com o regime do movimento Ustasha de Ante Pavelic, aliado da Alemanha nazi durante a Segunda Guerra Mundial, e terão sido detidos e mortos em maio e junho de 1945, ainda de acordo com os procuradores.

Boljkovac foi preso durante um mês em 2011 no âmbito desta investigação, mas na ocasião negou as alegações.

O suspeito foi ministro do Interior da Croácia após a declaração de independência da ex-república da Jugoslávia em junho de 1991, e é membro da União Democrática Croata (HDZ, fundado pelo falecido presidente nacionalista Franjo Tudjman), hoje a principal força da oposição.

Fonte: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=656487

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Favor, sem ofensas, comentários ideológicos, racistas, antissemitas e semelhantes.

Se não concordar, discordar ou mesmo ter a acrescentar com o escrito no post, o dialogo é a melhor opção.

OBS: Não tenho muito tempo para responder todos comentários, então se seu comentário demorar a ser moderado, não venha reclamar comigo, pois tenho outras atividades alem desse blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...