terça-feira, 8 de maio de 2012

Cruz Vermelha Internacional e os prisioneiros de guerra alemães em mãos dos Aliados

Prisioneiros alemães, Sinzig, Alemanha, 12  de maio de 1945
Na primeira parte da guerra, havia relativamente poucos prisioneiros de guerra alemães. Isso mudou após o desembarque na Normandia.

Durante os primeiros anos da Segunda Guerra Mundial, o exército alemão foi vitorioso e houve, conseqüentemente poucos prisioneiros de guerra alemães em mãos dos Aliados. 

Após o desembarque na Normandia dos Aliados, e seu avanço para o interior da Alemanha, o número de soldados alemães feitos prisioneiros cresceu consideravelmente.

A rendição da Alemanha, em 08 de maio de 1945 levou à captura de milhões de soldados alemães que já não podiam contar com o apoio de seu governo, nem de suas famílias, eles mesmos em situação de extrema pobreza. Do lado vitorioso, a opinião pública considerou que os alemães estavam apenas recebendo o que mereciam, e o ICRC ( International Committee of the Red Cross ou CICV - Comitê Internacional da Cruz Vermelha) encontrou-se praticamente sozinho no intervindo em seu nome.

O CICV fez abordagens para as autoridades dos quatro zonas de ocupação e, no outono de 1945, recebeu autorização para enviar tanto ajuda e como delegados para as zonas de franceses e britânicos. Em 4 de fevereiro de 1946, o CICV foi autorizado a enviar ajuda para a zona americana, e em 13 de Abril 1946, obteve permissão para extender essa atividade para a zona soviética.

As quantidades recebidas pelo CICV para esses cativos permaneceu muito pequeno, no entanto. Durante suas visitas, os delegados observaram que os prisioneiros de guerra alemães foram frequentemente detidos em condições desumanas. Eles chamaram a atenção das autoridades para esse fato e, gradualmente, conseguiu fazer com que algumas melhorias fossem feitas.


Tradução: Daniel Moratori (avidanofront.blogspot.com)

2 comentários:

  1. Os números de soldados alemães que morreram nesses verdadeiros campos de concentrações foram muito maiores doq nos campos de trabalho dos judeus... estes soldados eram simples soldados lutando pela sua pátria...muito nem sabiam das porras que fizeram(E nem foi assim como contam hoje em dia) com os judeus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morreram mais do que judeus? De onde você tirou isso? Qual sua fonte?


      Não entendo como um descendente de polonês continua tão cego a essa barbárie nazista. Provas são o que não faltam, e muitas assinadas pelos próprios comandantes. Você já ouviu falar de von Rundsted, von Reichenau? Esses tem uma culpa de sangue enorme na Europa. Por sinal, olhe a data do documento de von Rundsted...e me fala onde o exercito alemão estava...


      Vou colocar só duas para você abrir sua mente:

      Ordem de von Rundstedt - As ações da Wehrmacht e dos Einsatzgruppen: A luta contra elementos hostis ao ReichOrdem de von Rundstedt - As ações da Wehrmacht e dos Einsatzgruppen: A luta contra elementos hostis ao Reich

      Ordem sobre a conduta de tropas em territórios orientais

      Excluir

Favor, sem ofensas, comentários ideológicos, racistas, antissemitas e semelhantes.

Se não concordar, discordar ou mesmo ter a acrescentar com o escrito no post, o dialogo é a melhor opção.

OBS: Não tenho muito tempo para responder todos comentários, então se seu comentário demorar a ser moderado, não venha reclamar comigo, pois tenho outras atividades alem desse blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...