sábado, 5 de março de 2011

Operações de massacre do Einsatzgruppe B


Einsatzkommando 9 
O Einsatzgruppen B mudou a 24 de junho de 1941 para a cidade de Poznan.O comando da unidade foi dado a Arthur Nebe, que deu a ordem para prosseguir até Varsóvia.

O Sonderkommando 7a se agregou ao Nono Exército e se mudou para Vilna, onde iniciou-se entre 30 de junho e 03 de julho as operações de massacre. Vilna, no entanto, era da competência do Einsatzgruppe A e, portanto, o Sonderkommando 7a mudou-se para Minsk.

Arthur Nebe concentrou na própria Minsk o B Einsatzgruppe e estabeleceu seu quartel-general em 5 de julho e permaneceu lá por cerca de dois meses. Nebe decidiu que o Sonderkommando 7a e 7b, juntamente com o Vorkommando Moskau seguiria junto com o exército que estava avançando para o interior, enquanto o Einsatzkommando 8 e 9 teria de "limpar" a área atrás do front.

De acordo com estas ordens o Einsatzkommando 8 chegou a Bialystock em 01 de julho através Slonim e Baranovichi e iniciou as operações de massacre na Bielorrússia meridional. Em 6 de agosto, chegou a Minsk, onde permaneceu até 09 de setembro de 1941.

De Minsk alcançou Mogilev que se tornou sua sede. A partir de Mogilev foram sucessivas as ações de massacre do Einsatzkommando 8: Bobruisk, Gomel, Klinzy e Roslav foram sistematicamente atacadas e as comunidades judaicas locais dizimadas.

Enquanto isso Einsatzkommando 9 também operava. A unidade tinha deixado Treuburg na Prússia Oriental, e atingiu Vilna em 2 de julho. Seu principal teatro de massacres foram Grodno e Bielsko-Podlaski. Em 20 de julho, transferiu sua sede para Vitbesk, iniciando outras operações de extermínio nas cidades de Polotzk, Nevel, Lepel e Surazh. O comando foi então colocada mas a frente de Vtasma e de lá partiu para operações contra outras comunidades em Mozhaisk e Gshatsk, perto de Moscou. A contra-ofensiva soviética obrigou o Einsatzkommando a recuar de volta a Vitbesk em 21 de dezembro de 1941.



Em 5 de agosto, Nebe deu a ordem para mover o comando Einsatzgruppe a Smolensk, onde ele concentrou Vorkommando Moskau. Enquanto se aguarda alcançar Moscou, o Vorkommando foi empurrado para a frente até Maloyaroslavets. Nebe retornou em novembro de 1941 da Alemanha, dando o comando do Einsatzgruppe B para Erich Naumann, que levou até 12 de março de 1943. Naumann sucedeu Horst Böhme até 28 de agosto de 1943. Após as operações de massacre de 1943, o Einsatzgruppe B diminuiu em intensidade e que o comando foi dado a Erich Ehrlinger até 28 abril de 1944. O último comandante foi Heinz Seetzen. Em agosto de 1944, o Einsatzgruppe foi dissolvido.

O Sonderkommando 7a e 7b estavam ativos quase que imediatamente após a vanguarda do exército. As ações foram rápidas e relampago, para evitar que os judeus conseguissem escapar, fugindo do avanço alemão. Para o leste e sul de Smolensk e Minsk, os dois Sonderkommando deixaram um rastro de carnificina em Luki- Veliki, Kalinin, Orsha, Gomel, Tsernigov, Orel e Kursk. Em 14 de novembro de 1941, Nebe comunicou a Berlim que até então tinham sido eliminados 45 mil pessoas. Em 15 de dezembro de 1942 um relatório afirmou ainda que o Einsatzgruppe B tinha fuzilado cerca de 134.298 pessoas
  1. SS-Obersturmführer Hermann Schaper (em 10 de julho de 1941, Schaper's Einsatzgruppe Zichenau-Schroettersburg (Einsaztruppe B) foi dividido em Einsatzkommandos  menores devido as exigências da Operação Barbarossa)
  2. SS-Gruppenführer und Generalmajor der Polizei Arthur Nebe (Junho 1941 – Novembro 1941)
  3. SS-Brigadeführer und Generalmajor der Polizei Erich Naumann (Novembro 1941 – Março 1943)
  4. SS-Standartenführer Horst-Alwin Böhme (12 de março 1943 – 28 de agosto de 1943)
  5. SS-Oberführer und Oberst der Polizei Dr. Erich Ehrlinger (28 de agosto de 1943 – abril 1944)
  6. SS-Oberführer und Oberst der Polizei Heinz Seetzen (28 de abril de 1944 – agosto 1944)
  7. SS-Standartenführer Horst-Alwin Böhme (12 de agosto de 1944)
Organização estrutural (clique na imagem para ampliar)


Composição, comandantes, áreas operacionais do Einsatzgruppe B

Unidades ligadas:

Sonderkommando 7a - Foi criado em junho de 1941 e se dissolveu em novembro de 1944. Foi comandado por Walter Blume, Steimle Eugen, Karl Matschke, Rapp Albert, Helmut Loos, Gerhard Bast. Ele operou principalmente em Vilnius, Nevel, Gorodoik, Vitbesk, Welish, Rshev, Vyasma, Kalinin, Klinzy.
Em 15 de dezembro de 1942 era responsável pela morte de 6.788 pessoas.
  1. SS-Standartenführer Dr. Walter Blume (Junho 1941 – Setembro 1941)
  2. SS-Standartenführer Eugen Steimle (Setembro 1941 – Dezembro 1941)
  3. SS-Hauptsturmführer Kurt Matschke (Dezembro 1941 – Fevereiro1942)
  4. SS-Obersturmbannführer Albert Rapp (Fevereiro 1942 – 28 Janeiro 1943)
  5. SS-Sturmbannführer Helmut Looss (Junho 1943 – Junho 1944)
  6. SS-Sturmbannführer Gerhard Bast (Junho 1944 – Outubro/Novembro 1944)

Sonderkommando 7b - Fundada em junho de 1941, foi extinto em outubro de 1944. Foi comandado por Gunther Rausch, Adolf outubro, Karl Rabe. Ele operou em Brest-Litovsk, Kobrin, Pruzhany, Slonim, Baranovichi, Minsk, Orsha, Klinzy, Bryansk, Kursk, Tserigov, Orel.
Em 15 dezembro de 1942 tinha matado 3.816 pessoas.
  1. SS-Sturmbannführer Günther Rausch (Junho 1941 – Janeiro /Fevereiro 1942)
  2. SS-Obersturmbannführer Adolf Ott (Fevereiro1942 – Janeiro 1943)
  3. SS-Obersturmbannführer Josef Auinger (Julho 1942 – Janeiro 1943)
  4. SS-Obersturmbannführer Karl-Georg Rabe (Janeiro /Fevereiro 1943 – Outubro 1944)


Sonderkommando 7c - Veja também Vorkommando Moskau (mais abaixo).
  1. SS Sturmbannführer- Wilhelm Bock (Junho 1942)
  2. SS-Hauptsturmführer Schmucker Ernst (junho 1942 - 1942)
  3. SS Sturmbannführer-Bluhm Wilhelm (1942 - Julho de 1943)
  4. SS-Sturmbannführer Eckhardt Hans (julho de 1943 - Dezembro de 1943)

Einsatzkommando 8 - Formado em junho de 1941, foi dissolvido em outubro de 1943. Seus comandantes foram Otto Bradfisch, Heinz Richter, Erich Isselhorst, e, finalmente, Hans Schindelm. Completou seus massacres Volkovisk, Baranov, Bobruisk, Lahoysk, Mogilev e Minsk. Foi a mais sanguinária entre as unidades Einsatzgruppe B: a 15 dezembro de 1942 tinha matado 74.740 pessoas.
  1. SS-Obersturmbannführer Dr. Otto Bradfisch (Junho de 1941 - 01 de abril de 1942)
  2. SS-Sturmbannführer Heinz Richter (1 April 1942 – September 1942)
  3. SS-Sturmbannführer Dr. Erich Isselhorst (September 1942 – November 1942)
  4. SS-Obersturmbannführer Hans-Gerhard Schindhelm (7 November 1942 – October 1943)
  5. SS-Sturmbannführer Alfred Rendörffer (?)

Einsatzkommando 9 - Fundada em junho de 1941, foi dissolvido em março de 1944. Foi comandada por Alfred Filbert, Oswald Schafer, Wilhelm Wiebens, Friedrich Buchardt . Operou em Vilna, Grodno, Lida, Bielsko-Podlaski, Vyasma, Lepel, Surazh, Nevel, Gshatsk, Mozhaisk, Vitbesk, Smolensk e Varena.
Em 15 dezembro de 1942 tinha matado 41.340 pessoas.
  1. SS-Obersturmbannführer Alfred Filbert (Junho de 1941 - 20 de outubro de 1941)
  2. SS-Obersturmbannführer Oswald Schäfer (Outubro de 1941-1942 de Fevereiro)
  3. SS-Obersturmbannführer Wilhelm Wiebens (Fevereiro de 1942 - Janeiro de 1943)
  4. SS-Obersturmbannführer Dr. Friedrich Buchardt (Janeiro de 1943 - Outubro de 1944)
  5. SS-Sturmbannführer Werner Kämpf (Outubro 1943 - março 1944)

Vorkommando Moskau - Ele estava em atividade desde junho de 1941 a janeiro de 1942 e foi também referida como Sonderkommando 7c. Ao seu comando foram colocados em sucessão Franz Six, Waldemar Klingenhöfer, Erich Körting, Wilhelm Bock, Rudolf Schmücher, Walter Blume, Wilhelm Eckhardt. Foi mais tarde se fundiu - quando ficou claro que Moscou não iria cair - com o Sonderkommando 7b. Ele trabalhou principalmente na área de Smolensk.
Para seu crédito em 15 outubro de 1942 havia 4.660 vítimas.
  1. SS-Brigadeführer Professor Dr. Franz Six (20 de junho de 1941 - 20 de Agosto de 1941)
  2. SS-Obersturmbannführer Waldemar Klingelhöfer (Agosto de 1941 - setembro 1941)
  3. SS-Obersturmbannführer Dr. Erich Körting (Setembro de 1941 - Dezembro de 1941)
  4. SS-Sturmbannführer Dr. Friedrich Buchardt (Dezembro 1941-1942 de Janeiro)
  5. SS-Sturmbannführer Wilhelm Bock (Janeiro 1942 - junho 1942)

Traduzido: Daniel Moratori (avidanofront.blogspot.com)
Fonte:
http://www.olokaustos.org/guida/sterminare/einsatzgruppen/mobili8.htm


Em breve as outras formações do Einsatzgruppe (A, D...)

2 comentários:

  1. Daniel, excelente post. Não pude ler os posts recentemente do teu blog, mas passando a vista por alto(vi esses dois dos Einsatzgruppen e o mais recente), mas cheguei a ler boa parte deles, muito bom. Só alertaria pra se ter cautela com um site sobre o Holocausto em inglês, tem um site em inglês(se não der pra postar aqui te passo por email) que malha a torto e a direito o Holocaust Controversies. Um lunático, sabe-se lá movido a que, lançou uma "cruzada" contra o blog deles porque um dos caras do HC removeu ou pediu pra remover um material impreciso que o cara queria colocar no site mesmo sabendo que estava errado e poderia ser contestado por "revis".

    Resultado? O cidadão enfurecido expulsou dois do HC desse site e saiu lançando uma série de calúnias, inclusive com um blog, pra atacar os caras insinuando que o HC serviria pra divulgar os "revis". São esses os sapos que a pessoa acaba engolindo lidando com esses extremistas de parte a parte.

    Mas no mais, parabéns pelas postagens. Querendo, pode postá-las lá na H x "R" pra discussão.

    ResponderExcluir
  2. Depois você me passa o nome do site. Que cara sem noção esse hein. Se ele estava querendo colocar material errado no site e foi avisado, deveria ter agradecido. Vai lá entender...
    Quando postar os outros Einsatzgrupe eu coloco lá na Hx"R"

    ResponderExcluir

Favor, sem ofensas, comentários ideológicos, racistas, antissemitas e semelhantes.

Se não concordar, discordar ou mesmo ter a acrescentar com o escrito no post, o dialogo é a melhor opção.

OBS: Não tenho muito tempo para responder todos comentários, então se seu comentário demorar a ser moderado, não venha reclamar comigo, pois tenho outras atividades alem desse blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...