quarta-feira, 15 de julho de 2009

Triângulos Roxos - As Vítimas Esquecidas do Nazismo



Enquanto a máquina mortífera do nazismo espalhava o terror pela Europa, milhares de Testemunhas de Jeová(na epocá chamados de Estudantes da Biblia) sofriam perseguição brutal. Por que?

Porque se apegavam às suas crenças e denunciavam corajosamente a crueldade do nazismo. Estavam entre os primeiros as ser lançados em campos de concentração nazistas.Há cerca de 25.000 Testemunhas de Jeová ativas na Alemanha,por volta de 1933.

Em março, começa a funcionar o primeiro campo de concentração, Dachau,onde alguns estudantes da biblia são mandados. Em 1º de abril, toda a literatura religiosa das Testemunhas de Jeová é proscrita na Alemanha. Em junho, a Polícia Estadual da Prússia proscreve a obra e a organização das Testemunhas de Jeová. Algumas Testemunhas de Jeová são enviadas para campos de trabalhos forçados e outras para campos de concentração. A polícia fecha o escritório da Watch Tower em Magdeburgo. Em 16 de agosto, menciona-se pela primeira vez os campos de concentração na revista Golden Age (Idade do Ouro [atua Despertai), publicada pelas Testemunhas de Jeová, de circulação internacional.

Em 7 de outubro de 1934. Testemunhas de Jeová de 50 países, incluindo a Alemanha, enviam telegramas de protesto a Hitler.Depois as Testemunhas de Jeová em toda a Alemanha estão proibidas de trabalhar em qualquer órgão público e são detidasa partior d abril de 1935. Os benefícios provenientes da aposentadoria ou do emprego são confiscados. Os que são casados com Testemunhas de Jeová têm direito por lei de divorciar-se. Filhos de Testemunhas de Jeová são proibidos de freqüentar a escola e são separados dos pais e colocados para serem criados em casas de famílias nazistas ou em reformatórios.

A partir de 1936 os estudantes da biblia são detidas em massa e enviadas aos milhares para campos de concentração. Muitas ficam lá até 1945. Em 12 de dezembro, em uma hora as Testemunhas de Jeová distribuem secretamente, em toda a Alemanha, 200.000 exemplares da Resolução de Lucerna, um protesto contra as atrocidades nazistas.

Adolf Hitler, com punhos cerrados, disse sobre as Testemunhas de Jeová: “Essa raça será exterminada da Alemanha!” Não era uma ameaça vã. Houve muitas prisões. Segundo uma nota confidencial da Polícia Secreta do Estado, da Prússia, de 24 de junho de 1936, “um Comando especial da Gestapo” foi formado para combater as Testemunhas. Depois de ampla preparação, a Gestapo lançou sua campanha para capturar todas as Testemunhas de Jeová e todos os suspeitos de ser Testemunhas. Durante esse ataque, toda a rede de Polícia ficou envolvida, deixando os elementos criminosos à vontade.

Em 1937,Os detentos usaram o triângulo roxo como identificação pela primeira vez no campo de concentração de Buchenwald. Em 22 de abril, a Gestapo determina que todas as Testemunhas de Jeová libertadas da prisão sejam levadas diretamente para os campos de concentração. Em 20 de junho, as Testemunhas de Jeová em toda a Alemanha distribuem secretamente uma "Carta Aberta", que fornece relatos detalhados das atrocidades nazistas.

Há relatórios que indicam que, com o tempo, 6.262 Testemunhas alemãs foram presas. Karl Wittig, ex-autoridade do governo alemão, que ficou preso em vários campos de concentração, escreveu mais tarde: “Nenhum outro grupo de prisioneiros . . . ficou exposto ao sadismo dos soldados das SS como ficaram os Estudantes da Bíblia. Era um sadismo caracterizado por uma infindável cadeia de torturas físicas e mentais, cuja intensidade não há palavras que expressem.”

"O objetivo era destruir esse grupo religioso", diz o Dr. Detlef Garbe, Diretor do Museu Memorial do Campo de Concentração de Neuengamme. "Não deviam sobrar Testemunhas de Jeová na Alemanha." Hitler jurou esmagar esse pequeno grupo de cristãos. Mas não foi possível silenciá-los. As Testemunhas de Jeová "denunciaram desde o começo", diz a professora catedrática Christne king, Vice-Reitora da Universidade de Staffordshire. "Elas denunciaram com uma só voz. E denunciaram com uma tremenda coragem, o que é uma lição para todos nós".

Como judeu polonês, o Dr. Ben Abraham, agora vice-presidente da Associação Mundial dos Sobreviventes do Nazismo, passou cinco anos e meio em campos de concentração onde conheceu pessoalmente várias Testemunhas de Jeová. Ele disse: “A diferença entre as Testemunhas e todos os outros prisioneiros é que, se renunciassem à sua fé e se comprometessem a denunciar os outros que praticavam a mesma crença, seriam soltas na hora. Mas preferiam permanecer presas a renunciar à fé.”O Presidente da Watch Tower(Torrre de vigia), J. F. Rutherford, fala numa rede de 50 emissoras de rádio e denuncia a perseguição dos judeus pelos nazistas em 2 de outubro de 1938. Em 9 e 10 de novembro, os judeus sofrem um ataque em todo o país num pogrom chamado de Kristallnacht (Noite do Cristal).A revista Consolação, publicada pelas Testemunhas de Jeová, na sua edição de 12 de junho de 1940 alerta: "Havia 3.500.000 judeus na Polônia quando a Alemanha começou a sua Blitzkrieg...a destruição deles parece estar em franco progresso."“A guerra nazista contra os judeus visava a sua aniquilação e os deixou com poucas opções para escapar”, explicou o Dr. Abraham J. Peck, Diretor Executivo do Museu do Holocausto de Houston, Texas, EUA. “A perseguição nazista contra as Testemunhas de Jeová visava a erradicação da religião. Por conseguinte, as Testemunhas de Jeová recebiam dos nazistas a oferta de liberdade, caso renunciassem à sua fé. A maioria das Testemunhas preferiu sofrer e enfrentar a morte junto com as outras vítimas do nazismo a apoiar a ideologia nazista de ódio e violência.”

Retirado do documentario: Resistem:As Testemunhas de Jeová resistem ao ataque nazista-– Pennsylvania : Watch Tower Bible and Tract Society of Pennsylvania, 1997.

Observação: Não se trata de uma consideração de suas crenças religiosas, mas de uma história de pessoas comuns cujas ações ante a tirania levantam importantes questões morais e éticas relativas à pressão social, intolerância e consciência. Poderá ter acesso a este vídeo contatando qualquer Testemunha de Jeová (e isso é bem fácil) geralmente sempre tem uma de casa em casa pregando! Não deixem de assistir esse documentario,muito interessante.

Att: Daniel Moratori


Site para maiores informações:
http://www.triangulosroxos.org.br/
http://watchtower.org/languages/portuguese/

10 comentários:

  1. Parabéns pela publicação destas informações estes fatos relembrados ajudarão em épocas futuras.

    ResponderExcluir
  2. É realmente encorajador ler relatos sobre um povo que tem sua fé firmimente estabelecida,e que está disposto até mesmo a morrer do violar sua integridade.

    ResponderExcluir
  3. realmente estas pessoas assim como jó nao cederam as pressoes nem de homens e nem do diabo que disse:tudo que o homem tem dará para continuar vivo,provando que ele é realmente um caluniador! parabéns pela pesquisa.

    ResponderExcluir
  4. Geralmente fala-se muito mais nos judeus quando lembramos do Holocausto, em parte por causa da quantidade enorme de vítimas e pelo ódio em especial a eles devotado pela ideologia nazista. Mas as Testemunhas, os ciganos, homossexuais, deficientes mentais de modo geral e dissidentes do nazismo tiveram sua quota de perseguição. Por isso a história das Testemunhas é importante.

    ResponderExcluir
  5. o dia esta proximo ... todas testemunha de jeova deus sabe . disso as pessoa nao tao dando importancia para isso . essas pessoa que que os alemaes mataram vai fica no coraçõa de jeova ate o dia final

    ResponderExcluir
  6. Não conheço povo mais corajoso que as Testemunhas de Jeová, são destemidos e íntegros com sua fé. Sem comparação!

    ResponderExcluir
  7. a fe em JEOVA e o amor pelo proximo os torna forte diante das dificuldades, a maior provação do ser humano é nao saber usufruir-la

    ResponderExcluir
  8. Obrigada por fazer de nós, Testemunhas de Jeová, lembradas como aquelas que mantiveram sua integridade até o fim, que foi o que aconteceu.

    ResponderExcluir
  9. as testemunhas de jeová, da quela época mostravam que tinham fé em Jeová e seu filho Jesus Cristo,e quando uma caia a outra levantava, e isso nos mostra que assim como eles que viviam em tamtas dificuldades, mas mesmo assim presta a devida ajuda ao próximo, nos deixamdo um belo exemplo aseguir, porque nós que não temos tamtas dificuldades devemos assim como eles mostrar munto mais amor ao nósso próximo. me orgulho de ser uma Testemunha De Jeová!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir

Favor, sem ofensas, comentários ideológicos, racistas, antissemitas e semelhantes.

Se não concordar, discordar ou mesmo ter a acrescentar com o escrito no post, o dialogo é a melhor opção.

OBS: Não tenho muito tempo para responder todos comentários, então se seu comentário demorar a ser moderado, não venha reclamar comigo, pois tenho outras atividades alem desse blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...