sábado, 26 de dezembro de 2009

Câmaras de Gás nos campos de extermínio nazistas

Na Alemanha nazista, na Segunda Guerra Mundial, essas câmaras eram muito solicitadas em campos de extermínio na eliminação sistemática de seus prisioneiros.


Nestas câmaras, hermeticamente vedadas, um poderoso e mortal gás chamado Zyklon B era injetado em quantidades no seu interior. O Zyklon B era o nome comercial, mas na verdade, tratava-se do ácido cianídrico um gás muito utilizado até hoje nas câmaras de gás norte americanas. O ácido cianídrico usado para esse fim é uma pastilha em forma de cristais que uma vez exposto ao ar entra em processo de sublimação e após algumas horas começa a liberar o gás mortífero e altamente letal quando inalado. Para se ter uma idéia, mesmo em pequenas doses, ao ser respirado o gás cianídrico entra pela corrente sanguínea, até chegar às células, onde bloqueia a ação das mitocôndrias e desse modo, as células ficam sem produzir energia ocorrendo a seguir a morte por asfixia. O gás também é usado em grandes celeiros na eliminação do caruncho (pragas).



– Um punhado de Zyklon B granulado, e uma cópia original de um documento com instruções de que o gás seria usado como "material para a reorganização dos judeus", afixado no mural de avisos em Auschwitz I.
 
Também era realizado um cuidadoso trabalho para que as vítimas realmente pensassem que tomariam banho e sairiam de lá vivas... Os alemães ordenavam que todos ficassem nus e depois recebiam um cabide numerado para que colocassem suas roupas e após o "banho", pudessem vesti-las; também eram obrigadas a levantar os braços ao entrar afim de que houvesse mais espaço para acomodar mais gente, e antes de entrar no "chuveiro", tinham seus cabelos cortados por prisioneiros que habitavam o campo havia mais tempo, e em um espetáculo de sadismo, algumas vezes, os alemães convocavam uma banda para entreter os prisioneiros antes de levá-los à câmara. Assim que as portas se fechavam, a luz era apagada e o gás começava a invadir o ambiente. Muitas vezes as paredes tinham de ser lavadas cuidadosamente após cada utilização, pois no desespero, várias pessoas se jogavam contra as paredes. Erroneamente, a decisão de usar a câmara de gás foi tomada na Conferência de Wansee, em 1942, e primeiramente usavam monóxido de carbono (CO) do motor de um tanque. A última utilização das câmaras de gás ocorreu em 1944, em Auschwitz-Birkenau, o mais tenebroso campo de extermínio...
Este gás foi inicialmente utilizado como pesticida, para matar piolhos, pulgas e carrapatos transmissores de tifo, que era uma doença endêmica na época da segunda guerra. A casa ou alojamento com pragas eram bem fechadas e os cristais eram jogados em seu interior. Depois de seis horas, todos os insetos estavam mortos. Macabra foi a descoberta de que o gás também era tóxico para humanos e desse modo, os prisioneiros judeus eram confinados em câmaras (grandes salas de concreto) muito bem lacradas e os cristais de ácido cianídrico eram jogados em seu interior através de uma abertura no teto.
Ao contrário do que se imagina esse "processo de morte" não era rápido nem indolor como na câmara de gás. A sublimação do gás cianídrico era lenta e sua inalação altamente sufocante. Homens e mulheres, novos e velhos, eram levados para estas câmaras, sob o pretexto de tomar banho e não voltavam mais.



Bibliografia: Hervé JOLY, L’implication de l’industrie chimique allemande dans la Shoah: le cas du Zyklon B, Revue d’histoire moderne et contemporaine, 47-2, avril-juin 2000, p. 368-400.




9 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. não entendi o comentário acima.
    É uma anti tese contra o texto, dizendo que o produto não era usado para matar ninguém?
    O texto foi baseado na confissão de Hoss, por isso está dizendo que é falsa?

    ResponderExcluir
  3. Ele diz que não possível usar o gás conforme os depoimentos dos sobreviventes.

    ResponderExcluir
  4. Danilo Perez Garcia10 de janeiro de 2011 11:13

    Apenas algumas considerações. O gás cianídrico somente mata instantaneamente quando aspirado na sua forma gasosa e definitiva, realmente a sublimação é muito lenta, razão do seu uso em silos de grãos, pois fica liberando gás por muito tempo. A reação, no entanto, de liberação do gás é imediata se exposto a um meio ácido, nas câmaras de gás modernas (americanas) os cristais são mergulhados num recipiente com ácido clorídrico, sublimando - se imediatamente, aspirado tal gás a respiração cessa imediatamente e a morte ocorre em, no máximo, três minutos se a vítima limitar a inspiração, ou se inspirara rapidamente em uns 30 segundos. É provável que os critais fossem embrulhados em panos embedidos em meio ácido, talvez até vinagre, agindo rapidamente, o que possibilitaria o ritmo industrial de execuções, tornando mais críveis os números de 800 executados a cada 20/30 minutos, com intervalos de iguais 20/30 minutos para a aeração da área.

    Aspiradores de ar mecânicos poderiam aerar a área ou simplesmente a mera abertura de "escotilhas" já possibilitaria a entrada dos "comandos especiais" (prisioneiros escravizados) que fariam a remoção dos corpos e a limpeza da sala para a próxima leva.

    Fumar era possível e aconselhável nesta situação, pois ao contrário dos explosivos sólidos que possuem elementos oxidantes na sua composição e assim provêm seu próprio oxigênio para a queima rápida e autosustentável(= detonação ou deflagração) os gases inflamáveis precisam da uma condição ideal de ar + gás para incendiar ou explodir, portanto, a pequena concentração de gases após a aeração das câmaras possibilitariam o uso de cigarros no ambiente sem explosão ou chama.

    Por fim, o cigarro, ironicamente, é um filtro para elementos dispersos na atmosfera, pois o ar inspirado na tragada tem que passar pela brasa (que queima e decompõe algumas susbtâncias) e pelo próprio tabaco que filtra outras. O tabagismo ainda manteria "o ânimo" dos prisioneiros que abasteciam e desabesteciam as câmaras e disfarçaria o terível odor de suor, urina, fezes, vômitos e sangue que infestava a câmara após a "gaseação" dos executados.

    Aliás, este excrementos eram o real motivo de se lavar as câmaras de gás após o uso.

    ResponderExcluir
  5. hum....não sei!!acho que tem de se estudar a fundo questões como:especificações técnicas do zyklon-b,planta(verdadeira)das camaras de gás nazistas,esquemas de limpeza e manuseio seguro e livre de envenamento através dos corpos expostos ao gás,tempo necessário à total absorção do produto e consequente óbito,disperção do mesmo do ambiente da sala,número de prisioneiros "processados" a cada "gaseificação",relatórios militares(soviéticos,americanos e ingleses,registro de confissão dos comandantes de campo e testemunhos de acusação,só pra começar!!!!acho os argumentos existentes nesse sentido muito inconsistentes tanto por parte dos revisionistas quanto de seus opositores.não gosto da idéia de ser tapeado,seja pelos nazistas,aliados,judeus ou quem quer que seja!se houve mentiras,omissões,falsificações,enganações,então os perpetradores de tais calúnias são elementos nocivos ao seio da sociedade livre e consequente queda dos dogmas de liberdade existentes,que tipo de"democracia"pode existir calcado nos pilares da mentira!?pois trata-se de obter lucros e vantagens de toda natureza sobre os cadáveres(supostos ou verdadeiros)de milhões.se a verdade porém se mostrar em sua forma real,então teremos a consciencia e o direito moral para julgar a culpa seja ela de quem for!!!

    ResponderExcluir
  6. gente olhem o filme [ o garoto do pijama listrado ] e muito bom trata sobre a camara de gas !!! chorei muitoooooooo mais amei o filme vale a pena asistir : http://www.youtube.com/watch?v=9oBo9ZXOX8M

    ResponderExcluir

Favor, sem ofensas, comentários ideológicos, racistas, antissemitas e semelhantes.

Se não concordar, discordar ou mesmo ter a acrescentar com o escrito no post, o dialogo é a melhor opção.

OBS: Não tenho muito tempo para responder todos comentários, então se seu comentário demorar a ser moderado, não venha reclamar comigo, pois tenho outras atividades alem desse blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...